Cristo morreu para nós ou para Deus? – John Piper (7/10)

CristoMorreuParaNosOuParaDeus7

“[Cristo] a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus.” Romans 3:25-26

Nós Conhecemos (e Compartilhamos!) A Paixão Mais Profunda De Deus?

Essa verdade conhecemos bem. Sabemos bem que Deus é por nós. Sabemos que a nossa salvação é a sua meta ao enviar Jesus. Mas será que conhecemos a fundação de tudo isso? Sabemos que há uma meta mais profunda ao enviar O Filho? Sabemos que o amor de Deus por nós depende de um amor mais profundo, a saber, o amor de Deus pela sua glória? Sabemos que a paixão de Deus em salvar pecadores descansa em uma paixão mais profunda, a saber, a paixão de Deus de vindicar a sua justiça? Sabemos que a conquista da nossa salvação não é centrada em nós, mas na glória de Deus? A vindicação da glória de Deus é o fundamento da nossa salvação (Romanos 3:25-26), e a exaltação da glória de Deus é a meta da nossa salvação. “Digo, pois, que Cristo foi constituído ministro da circuncisão …para que os gentios glorifiquem a Deus por causa da sua misericórdia…” (Romanos 15:8-9)

Por: John Piper; Original: Cristo Morreu Para Nós Ou Para Deus?; Copyright © Desiring God; Website: DesiringGor.org.

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Você pode gostar...