É de verdade?

EDeVerdade

O que significa ser um cristão verdadeiro?

Todos os dias nos deparamos com produtos falsificados oriundos de todas as partes. Quem de nós nunca viu um produto cujo nome foi alterado de forma tão sutil (às vezes nem tão sutil assim) para ficar parecido com o original a fim de enganar os desavisados? Então a gente olha para aquele produto e por um momento até perguntamos: “É de verdade?”.

                Porém, nenhuma falsificação é mais danosa do que a que é vista na vida de muitos que se dizem crentes. São os chamados “crentes nominais”. Estes são pessoas que gostam de estar junto dos crentes, de estar envolvidos nas programações da Igreja mas, no seu dia a dia, vivem como se não conhecessem nada da Palavra de Deus.
                Estes tais vivem se enganando, e enganando aos outros. Tropeçam e servem de tropeço para os inexperientes. Trazem escândalo para a o Evangelho de Cristo. Estes, a Bíblia os descreve da seguinte forma: Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, assemelha-se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural; pois a si mesmo se contempla, e se retira, e para logo se esquece de como era a sua aparência” (Tg 1.23,24).
                Aqui quero chamar sua atenção para o fato de que não existe crente falso. Alguém que é um “crente nominal”, não é crente. É apenas mais um iludido. Dizer que alguém é um falso crente, é o mesmo que dizer “fogo molhado”. Simplesmente, não existe.
                Um crente de verdade (não apenas nominal), é alguém que entendeu e aceitou as verdades do Evangelho com relação a si mesmo, a Cristo, e ao relacionamento com Ele. Destaco a seguir algumas dessas verdades constantes no Evangelho para esclarecer melhor o assunto.
Verdades sobre o meu eu
             Bem diferente do que a Psicologia fala, a Bíblia não traz nenhuma informação boa sobre nós. Ela vai no mais profundo do nosso ser e abre o “mapa” do nosso coração. Enquanto a Psicologia quer nos mostrar que somos bons e que temos condições de saber o que é melhor para nós, a Bíblia diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr 17.9)“todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer” (Rm 3.12). A Bíblia não prega uma melhora, uma evolução, ou um aperfeiçoamento do nosso caráter por meio de obras, reencarnações, ou até mesmo por atos de penitência. Ela fala de salvação. Mas, salvarmo-nos do quê? Da morte eterna (condenação), do pecado que nos escraviza. Um crente de verdade não é alguém que foi simplesmente melhorado, mas, sim, resgatado, salvo e comprado com o sangue de Cristo.
Verdades sobre Cristo
                O crente olha para Cristo e O vê não somente como Salvador mas, também, como Senhor. Ele não busca somente as bênçãos de Cristo; busca também submeter-se ao Seu senhorio. Ele vê o Senhor Jesus Cristo como o “Autor e Consumador da sua fé” (Hb12.2). Para ele, Cristo não é só um modelo a ser imitado; Cristo lhe é o modelo, mas, acima de tudo Aquele que o capacita a viver imitando o Seu exemplo. O crente olha para Cristo não como a sua “melhor opção”; antes, ele O vê como a sua única opção e resposta. O crente abriu mão dos tesouros deste mundo para ficar somente com Cristo, o seu maior tesouro, pois, Cristo é aquele “em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos” (Cl 2.3).
Verdades sobre o relacionamento com Cristo
                O crente é aquele que diz como o apóstolo Paulo: “logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim” (Gl 2.20). Ele crê e vive assim porque aceitou o chamado de Cristo para a sua vida: “Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me” (Lc 9.23), portanto, cada dia é para ele mais uma oportunidade de mortificar o seu eu na cruz diária. Para o crente, fazer a vontade de Cristo é a sua vida e ele não vê sentido para sua vida fora da vontade de Cristo.
                Isso é ser um crente “de verdade”; isso é ter sido resgatado por Cristo e dia a dia ser transformado por Ele em alguém que Ele quer que você seja. Mas, se você ainda está nessa de querer apenas dar uma melhorada em você, apenas uma ajustada no seu coração, você está se iludindo a respeito de você mesmo.
Por: Rev. Olivar Alves Pereira
OriginalÉ de verdade?
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

.

Você pode gostar...

  • Parabéns pelo blog. Que Deus o use para a Glória Dele.
    Var