Transformados, mas ainda não glorificados!

TransformadosMasAindaNao

“Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora. E não somente ela, mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo.” Romanos 8.22-23

Texto: Romanos 8

Nesse capítulo 8 do livro de Paulo aos Romanos, podemos ver claramente qual é o tema central. Paulo vem tratando esse tema já há alguns capítulos, a questão do “mortos para a carne” e “vivos com Cristo”.

Paulo nos lembra durante esse capítulo que se nós de fato temos o Espírito vivendo em nossos corações, então nós temos vida por meio de Cristo Jesus. Nenhuma condenação há para os que estão Nele.

Agora quero chamar sua atenção para um fato interessante. Paulo discorre o início do texto nos falando que aqueles que vivem buscando as coisas da carne são da carne, mas os que buscam as coisas do Espírito são do Espírito. Ele nos diz que quem busca as coisas da carne não está em Deus e nem pode agradá-Lo. Diz que se vivermos segundo a carne nós caminhamos para a morte, mas se mortificarmos o corpo, certamente viveremos.

Estaria Paulo dizendo que aqueles que são salvos não tem mais vontade de pecar?

Creio eu que não, pois, no fundo, nós sempre pecamos porque queremos. Não pecamos contra a nossa vontade, obrigados a fazer isso.

Mas então do que Paulo estaria falando aqui?

Nos vs.19-22 ele nos diz que a criação aguarda a volta de Cristo, aguarda para ser redimida e livre da corrupção para a glória. Ele nos mostra que a criação sofre os efeitos dos nossos pecados e que o pecado é uma realidade no mundo que existirá até que Cristo volte.

Chegando ao vs.23 e ele traz isso para nós, “que temos as primícias do Espírito”. Ele diz que nós sofremos ainda com os efeitos do pecado, e esses só serão vencidos no dia da redenção.

Então, se levarmos em consideração esses fatos, podemos concluir que Paulo estava falando sobre o domínio do pecado sobre sua vida. Antes você era escravo do pecado e era o pecado quem dizia o que você deveria fazer. O poder de Cristo não agia sobre a sua vida te capacitando a lutar contra as tentações e a buscar a santidade. Agora, pois, temos o Espírito que nos libertou dessa escravidão e nos capacitou a lutar contra o pecado. Estarmos mortos para a carne e vivos para o espírito não significa ter já um corpo glorificado, mas sim que agora temos o poder de Cristo transformando nossas vidas, e agora temos e buscamos uma vida diferente à do mundo. Com isso, devemos buscar sempre andar em santidade, mas sem condenarmos a cada tropeço que tivermos, pois o pecado ainda é uma realidade na nossas vidas, que temos que lutar confiantes na esperança da glória que está por vir.

Agora, se temos uma vida transformada, com o Espírito vivendo em nós, temos também a promessa de que Ele sempre estará conosco, nos assistindo em nossa fraqueza. Ele sonda nossos corações e intercede por nós. Com isso devemos buscar uma vida que agrada a Ele, sabendo que fomos escolhidos, separados e salvos para isso, para viver uma vida à imagem de Cristo, e estando com Cristo, somos justificados e o pecado já não tem mais poder para nos condenar.

Com isso, nem pecado nem homens e nem o próprio Diabo poderão nos acusar de erro, pois é Deus quem nos justifica! Nada mais poderá nos separar do amor de Cristo, que foi derramado por nós naquela cruz.

A guerra já está vencida e nós seremos vitoriosos! Nós podemos tropeçar, mas a nossa salvação está segura nas mãos Dele! A mesma mão que Ele usa para nos levantar a cada tropeço, pois Ele sabe que ainda não somos perfeitos, e tudo isso serve em seu plano e em seus propósitos de ser glorificado!

Não desanime quando cair e tropeçar, pois isso não significa que Deus está longe, mas que Ele está ali pra te ajudar a levantar e seguir em frente buscando novamente a santificação, confiando Nele e sabendo que é Ele quem realizará a nossa glorificação, no tempo certo, quando seremos feitos perfeitos junto ao Pai!

“Pai, ajude-nos a confiar em Ti e nos Teus planos. Perdoe-nos por achar que nós temos o controle sobre tudo e perdoe-nos por não depositarmos o devido poder ao sacrifício de Teu Filho. Abre nossos olhos e fortalece-nos para que possamos a cada dia mais viver para honra e glória do Teu nome. Que possamos levantar logo após cada tropeço e ter os joelhos mais fortes para caminhar. Que o Teu nome seja exaltado. Em nome de Jesus, amém.”

Por: Guilherme M. Reiss;

Original: Transformados, mas ainda não glorificados!; copyright © 2014 Jovens Fiéis; website: JovensFieis.com.br.

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Você pode gostar...